Viagens de avião com bebês

Fonte:freepik

Fonte:freepik

Eu e o Mateus fizemos uma viagem longa de avião agora em dezembro e confesso que fiquei bem preocupada antes de viajar. Tinha medo que ele fizesse muito barulho e atrapalhasse as pessoas, que não parasse quieto, de esquecer alguma coisa e passar necessidade no vôo, de que ele sofresse muito com a diferença de pressão, sei lá, tudo passa pela cabeça. Aí fiz várias pesquisas de dicas de viagem de avião com bebês que resumi aqui pra vocês:

Continue lendo

Como escolher a cadeirinha para o carro

Desde a saída da maternidade, o bebê já deve sair no carro dentro da cadeirinha própria para sua idade. A cadeirinha evita muitos tipos de acidentes, mas deve ser fixada no carro corretamente, seguindo as especificações dos fabricantes.

Alguns últimos estudos mostraram que deve-se evitar estadias prolongadas do bebê na cadeirinha (ou no bebê conforto que sai do suporte do carro) sem supervisão.

Vamos às orientações gerais de tipos de cadeirinha e fixação por idade:

bebê 1

Bebês com menos de 10 Kg ou menores que 1 ano: A cadeirinha deve ser fixada de frente para o banco traseiro e no meio do banco (sim, no meio! desta forma, caso tenha alguma colisão lateral o bebê estará mais protegido). As cintas devem ser colocadas sobre os ombros do bebê, verificando se as costas e as pernas estão bem posicionadas. A fivela deve ficar sobre o torax do bebê. Algumas cadeirinhas já vem com enchimentos laterais que ajudam no correto posicionamento. Caso a sua não tenha, vale a pena investir pelo menos em um segurador de cabeça.

bebe2

Bebês com mais de 10 kg até crianças com 4 anos: A cadeira pode ser posicionada de forma tradicional, com o assento virado de costas para o encosto do banco. O cinto de segurança de 3 pontos passa por cima dos ombros e a fivela também fecha no torax.

bebe3

Crianças de 4 a 12 anos: Deve-se usar cadeiras especiais tipo elevador ou “booster” que proporcionem um posicionamento adequado do cinto de segurança e das pernas.

bebe4

Crianças menores de 12 anos ou com altura inferior a 1,40 m: Devem ser transportadas somente no banco traseiro, utilizando sempre o cinto de segurança do veículo. Cuidado com o cinto de segurança que deve ficar sobre a cintura da criança e a faixa na diagonal sempre sobre os ombros.

Ainda não há obrigatoriedade no uso de cadeirinhas em taxis e vans escolares, mas é sempre importante lembrar que a cadeirinha é um ítem de segurança.

Outras instruções importantes:

  • Sempre testar todas as travas e a fixação da cadeirinha no banco antes de cada passeio. Verificar também se a criança está bem presa.
  • Nunca transportar as crianças no colo. O peso do adulto em uma freada brusca pode esmagá-la ou ela pode ser atirada para fora do carro.
  • Nunca transportar as crianças menores de 12 anos no banco dianteiro pois em caso de colisão a criança pode se chocar com o pára-brisa e ter ferimentos graves.
  • Nunca deixar crianças sozinhas no veículo.
  • Mantenha vidros e portas travados e com a trava de segurança acionada.
  • Não transporte bebês ou crianças com casacos muito grossos nas cadeirinhas. Houveram casos de acidentes.
  • Evite deixar o bebê dormindo no bebê conforto da cadeirinha. Também já li reportes de casos de bebês que escorregaram e se afogaram com o cinto.

Todo cuidado é pouco! Zele pela segurança do seu bebê.

Fonte texto e fotos: Folder instruções sobre cuidados no transporte do bebê do Hospital Israelita Albert Einstein.

Outro post interessante: https://www.bidu.com.br/blog/cadeirinha-de-carro-como-escolher/

 

 

Dicas de livros para grávidas, mães e pais

exam-time-1058667-1600x1200

Logo que descobri que eu estava grávida, corri na livraria e comprei livros que pudessem me ajudar e me orientar sobre as coisas diferentes pelas quais ia passar. Queria fazer tudo certo e ser bem orientada. Óbvio que muita coisa acaba saindo diferente e por mais que você se prepare nem tudo são flores. Hoje em dia também os blogs e a internet trazem muita informação, mas nada como sentar e ler um bom livro. Por isso trago aqui algumas indicações de livros tanto para a gravidez quanto para a criação e educação dos filhos.

Continue lendo