Nem sempre conseguiremos proteger nossos filhos

Como pais e mães, mesmo que instintivamente temos sempre uma reação de proteger os filhos de tudo que possa fazê-los sofrer, mesmo que minimamente. Porém esta semana estou passando por uma situação que apesar de ser uma coisa da vida, tenho notado que está sendo bem difícil para o Mateus.

O Mateus está na escolinha há um ano e desde que entrou ele tinha a mesma professora, que eu gostava muito. Acabou dando certo de ela continuar com a turma mesmo com a virada do ano e eu tinha achado isso ótimo.

Aí achei ele meio esquisito já há alguns dias. Ontem ele me contou que a Tia tinha ido ao médico e não estava lá e depois veio o comunicado da escola de que estavam mudando a professora dele.

Hoje pela manhã ele me perguntou novamente se a antiga professora ia estar lá e eu respondi que não que quem estaria seria a nova professora. Ele me pediu pra levar um brinquedo na escola e eu falei que hoje não era dia mas que ele podia levar e deixar no carro.

Ao chegarmos na escola ele pediu de novo para levar o brinquedo e foi aquela birra. Me abraçou e não queria entrar.

Acredito que o brinquedo seja apenas uma forma dele demonstrar que está triste e frustrado porque a professora não está mais lá e é muito difícil lidar com esta situação. Como você explica para uma criança de três anos que provavelmente ele nunca mais vai ver a professora antiga que ele via todos os dias e era a referência dele na escola?

Esta história me fez lembrar de uma experiência minha. Quando eu tinha uns 3 anos mais ou menos uma coleguinha que eu gostava muito se mudou de Estado. Me lembro de que minha mãe me levou para vê-la antes de mudar e ela nos deu uma foto que ficava no final de um álbum de família.

Como eu era muito criança nunca mais tive contato mesmo com esta amiguinha, mas sempre tinha uma sensação estranha como uma saudade mesmo quando folheava o álbum.

A verdade é que não vamos conseguir proteger nossos filhos de todo sofrimento, mas acredito que a melhor maneira de fazê-los entender desde pequenininhos é sendo sincera e transparente. Esconder informações ou mentir só gerarão maiores dúvidas e suspeitas posteriores e podem piorar ainda mais a situação.

Eu gosto muito da frase “We grow through pain” (Nós crescemos através do sofrimento) e hoje eu só tenho a esperar que o Mateus cresça e amadureça com esta situação para cada vez poder lidar da melhor forma com as adversidades que irão surgir.

Você já passou por alguma situação parecida? Conte pra gente aqui nos comentários. Bjos