Uma manhã comum em uma casa com crianças…

Fonte: freepik

História inspirada em fatos reais:

  • A mãe levanta cedinho, faz a mamadeira e prepara o remédio que deve ser tomado misturado em água em jejum;
  • Acorda o filho que pede “Me deixa descansar, mamãe”, dá o remédio que ele toma sob protestos e depois toma o leite, vira pro lado e tenta dormir de novo;
  • Prepara o uniforme da escola e leva até a cama, tenta trocar o filho que ao invés de ajudar quer virar de bruço o que torna impossível por a cueca e a calça;
  • Depois que o filho acorda ao invés de ajudar para colocar a camiseta, ele corre pelo quarto pegando todos os brinquedos. Você sai correndo atrás e consegue prender ele entre as suas pernas para colocar a camiseta, só que a manga não passa por causa dos 3 carrinhos que estão na mão dele.
  • A hora mais difícil é a de colocar o sapato… ele só quer usar um tênis que por acaso neste dia está secando porque voltou cheio de areia da escola. Aí você começa um processo de convencimento, de como aquele outro tênis é bonito mas isso só ajuda a começar uma birra sem precedentes.
  • Você vai no varal, pega o tênis molhado e vai pro banheiro dar uma secada com o secador (dá menos trabalho do que o convencer a usar o outro tênis ou ficar ouvindo a birra);
  • Coloca o tênis querido e neste meio tempo ele já correu pra sala mesmo você chamando ele pro banheiro pra escovar os dentes;
  • Volta pro banheiro carregando o filho que faz aquele corpo mole que faz ele pesar o dobro do peso que tem e ainda não dá firmeza nenhuma pra segurar.
  • Pronto – conseguiu por ele no banquinho do banheiro, você coloca a pasta com flúor na escova mas bem hoje ele quer escovar o dente sozinho. Troca a pasta pela sem flúor, deixa ele escovar primeiro e depois é aquela luta pra manter a boca aberta pra gente escovar. Depois aquela luta pra cuspir a pasta. Depois aquela luta pra pentear o cabelo e passar o protetor solar;
  • A mãe vai se trocar e escovar os dentes pra sair e quando vê o filho subiu na cama dela e já tirou o tênis;
  • A mãe arruma a mochila e pede pro filho escolher um brinquedo pra levar na escola afinal é sexta-feira.  Ele escolhe o brinquedo e você dá graças a Deus que aquele já tem nome, mas na hora que chega na porta para ir embora ele decide trocar de brinquedo por outro que não tem nome e lá vai você fazer uma etiqueta de ultima hora;
  • Quando chega na garagem do prédio o filho sai correndo e não quer entrar no carro pois está na rampa do elevador brincando de carrinho. De repente…o carrinho vai pra baixo de um outro carro e para bem no meio. Lá vai a mãe praticamente deitar no chão sujo da garagem para resgatar o carrinho.
  • Quando consegue fazer o filho entrar no carro ele diz que quer subir e sentar na cadeirinha sozinho (o que leva meia hora) e fica brigando na hora de por o cinto de segurança;
  • Pronto – estamos no carro para ir para a escola. Obvio que a mãe não tem chance de ouvir uma música no próprio carro afinal tem que ouvir o que o filho pede ;
  • Aí a mãe volta pra casa ou vai pro trabalho pensando no milhão de coisas que tem pra fazer e nem percebendo que continua ouvindo músicas de criança e ainda por cima cantando 😉

Qualquer semelhança com a minha ou com a sua casa não deve ser mera coincidência então conta pra gente se na sua casa também é assim.

Beijos!

Deixe uma resposta