Como lavar, separar e organizar as roupinhas do bebê

Montar o enxoval do bebê é das coisas mais gostosas que tem… Escolher as roupinhas, ficar imaginando o bebê usando-as é muito gostoso. Porém no dia a dia depois da chegada do bebê as coisas não são as mil maravilhas, né? É sempre uma correria, você tem que deixar tudo o mais fácil, prático e organizado para não correr o risco de deixar uma roupa linda esquecida e quando você for colocar, ver que ela não serve mais.

Mas vamos lá, você comprou roupas, ganhou outras, quando estiver por volta da trigésima semana de gestação, já é hora de ir lavando as roupinhas até 6 meses. Separe tudo, lave separado por cores com sabão de coco líquido. As roupas e malha, moletom, plush podem ser lavadas na máquina mesmo (geralmente as máquinas tem um ciclo delicado) mas aquelas de linha que podem deformar na máquina devem ser lavadas a mão e não devem ser penduradas pois podem ficar marcadas. Estenda uma toalha e as coloque em cima para secar.

Para organizar, a melhor maneira é separar as roupas por faixa etária e tipo. Recém-nascido, 3, 6,9 e 12 meses. Eu sempre deixava a mão as roupas da fase que o Mateus estava usando naquele momento e uma acima. Por que as vezes tá ainda um pouco grande mas já dá pra ir usando.

Eu também separava as roupas por tipo – bodies manga curta, bodies manga longa, calças (mijões), macacões de frio e calor. Tinha uma caixa pras meinhas e sempre deixava ao lado do trocador uma sacola na qual eu já ia separando as roupas que ficaram pequenas.

Eu tinha uma cômoda bem grande com bastante gavetas, então conseguia deixar lá toda a roupa do dia a dia (bodies e calças mais confortáveis) e as roupas mais arrumadinhas (calças jeans, camisas, camisas polo) eu deixava pendurada no guarda-roupa junto com o sapato. Deixar as roupas na cômoda a mão facilita pois assim você não tem que ficar colocando o bebê no berço para pegar alguma coisa que esqueceu no armário.

O melhor jeito de organizar as roupas quando se tem uma gaveta grande na cômoda é com separadores ou caixas. E colocar todas as roupas dobradas em pé, uma na frente da outra. Desta forma você consegue enxergar tudo, diferente de se você colocar uma em cima da outra.

No guarda-roupa você pode deixar roupas até mais velho (pois a quantidade é menor) e usar separadores como estes que você encontra em lojas de bebê ou pode fazer com um CD velho adesivado. Fica bem organizado.

Lembrando que as roupas de bebê variam muito de tamanho de confecção para confecção portanto é importante ficar de olho no que se tem guardado enquanto o bebê cresce e ir experimentando pra ver se já não está servindo.

E aí? Gostou do post? Então escreva pra gente contando…