Tudo sobre a Bronquiolite

Eu sempre me lembro da primeira vez que o Mateus teve uma doença mais grave com febre e um resfriado forte e o pediatra deu o diagnóstico da bronquiolite. Naquela época nunca tinha ouvido falar da doença e fiquei bem preocupada. Mas fizemos o tratamento recomendado e logo o Mateus se recuperou.

Depois disso ouvi até algumas mães comentando sobre internação de bebês muito novinhos com a mesma doença, mas afinal o que é realmente a bronquiolite?

A bronquiolite é uma inflamação dos bronquíolos que são pequenas passagens de ar que existem no pulmão. Os sintomas são muito parecidos com os de um resfriado mas em bebês menores de 6 meses pode ser uma doença grave e precisa de cuidado.

A bronquiolite é causada por alguns tipos de vírus, entre eles os vírus do resfriado comum como o influenza e o rinovirus.

Os sintomas são, como eu disse, parecidos com o resfriado comum – nariz escorrendo, febre baixa e tosse que podem se agravar para chiados e dificuldade de respirar.

O tratamento deve ser recomendado pelo pediatra, mas é próximo aos do resfriado – muita água para hidratação, repouso, lavar o nariz com soro fisiológico e fazer inalações com soro também ajudam.

Não dê anti-gripais ou outros remédios sem recomendação médica pois estes podem mascarar a real situação e evitar o tratamento correto da doença.

5 perguntas e respostas sobre fimose e circuncisão

Estou em uma fase que a maioria das minhas amigas está tendo meninos e embora a parte da higiene genital das meninas tenha que ser mais cuidadosa no dia a dia, a fimose é um problema dos meninos que pode aparecer com o tempo e dar uma dorzinha de cabeça.

Mas afinal de contas, o que é Fimose? Os meninos nascem com uma pele chamada prepúcio na cabeça do pênis, que se chama glande. Num primeiro momento os pais devem ficar atentos a se esta pele não está obstruindo a saída do xixi, o que pode causar uma infecção. Depois de cerca de um ano e meio, o prepúcio começa a abrir, externando ou não a glande. Quando um anel aperta esta extremidade, impedindo que o prepúcio seja recolhido, é o que chamamos de fimose.

O que fazer para evitar a fimose? Na grande maioria dos casos, o prepúcio se solta até os 3 anos de idade naturalmente, mas alguns médicos indicam uma massagem para casos quando o prepúcio fica colado a glande. Mas é importante que sejam feitas somente com orientação médica pois se feitas de forma exagerada podem esgarçar a pele e estreitar o anel, ou seja, causar a fimose onde não necessariamente teria.

O que é circuncisão? A circuncisão é a remoção do prepúcio de forma cirúrgica.

A circuncisão deve ser feita no bebê logo que ele nasce? Normalmente ela é feita apenas por motivos religiosos ou por questões de tradição de família. Estima-se que apenas 10% dos bebês terão que recorrer à cirurgia posteriormente, portanto não é necessário operar assim que o bebê nasce.

Quando deve ser feita a circuncisão? A circuncisão deve ser feita quando o menino tem muitas infecções de urina por causa deste estreitamento. Normalmente é feita entre os 7 e 10 anos de idade, antes da puberdade.

E aí? Mais alguma dúvida sobre fimose ou circuncisão? Mande pra gente!

 

Cinco dicas para baixar a febre

mercury-in-glass-thermometer-1309297-1600x1200

Não tem como não se preocupar sempre que o bebê ou criança tem febre. Ás vezes mesmo a criança já tendo sido medicada, a febre persiste e com isso o mal estar. Mas existem algumas maneiras de amenizar e até baixar a febre com algumas receitinhas:

  1. Banho

Dê um banho, sempre com a água em temperatura um pouco mais baixa que a temperatura do corpo da criança para que a água ao evaporar ir levando aos poucos o calor. Mas nada de banho frio.

Continue lendo

Síndrome do torniquete de cabelo – o que é e como evitar

Fonte: Freepik

Fonte: Freepik

O Mateus sempre adorou mexer no meu cabelo pra dormir, desde pequenininho e por isso que eu fiquei ainda mais horrorizada quando fiquei sabendo dos casos da síndrome do torniquete de cabelo. Mas o que é isso afinal? Um fio de cabelo ou linha da roupa do bebê se enrola nos dedinhos dos pés ou das mãos (o que é mais raro pois ficam mais visíveis) e prende a circulação do bebê, em alguns casos podendo até resultar em amputação do dedo.

Continue lendo